7 de fevereiro de 2010

Kulkov

Vassily Sergeyevich Kulkov nasceu no dia 11 de Junho de 1966 em Moscovo, Rússia.
Estreou-se como futebolista profissional em 1986 no F.C. Presnya de Moscovo. Em 1988 mudou-se para o F.C. Alania de Vladikavkaz e em 1989 foi contratado pelo F.K. Spartak Moscovo onde jogou durante quatro temporadas e venceu o campeonato da U.R.S.S. em 1989.
Chegou a Portugal no início da temporada de 1991/92 para vestir a camisola do S.L. Benfica. Representou o clube de Lisboa durante três épocas onde venceu a Taça de Portugal de 1992/93 e o Campeonato Nacional de 1993/94.
Na temporada seguinte foi contratado pelo Futebol clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 11 de Setembro de 1994 no Estádio das Antas, onde os portistas receberam e venceram o C.F. União da Madeira por 3-0, num jogo a contar para a 3ª jornada do Campeonato Nacional de 1994/95.
Kulkov rapidamente ganhou a titularidade na equipa orientada por Bobby Robson e no final da temporada festejou mais um título de Campeão Nacional e a conquista da Supertaça Cândido de Oliveira, ao derrotar o S.L. Benfica por 1-0 no jogo da finalíssima disputado em Paris.
No final dessa época deixou o F.C. Porto. Disputou 27 partidas, marcou 2 golos e conquistou 2 Títulos. Nas Antas apenas esteve um ano mas deixou espalhada a sua classe nos relvados nacionais e é hoje ainda um jogador recordado pelos adeptos portistas.
Em 1994/95 regressou à Rússia e ao F.C. Spartak Moscovo. Em 1995/96 Kulkov voltou a deixar a Rússia para se mudar para Inglaterra onde representou o Millwall F.C.. Voltou novamente à Rússia e mais uma vez ao F.C. Spartak Moscovo em 1996 e vence a Liga Russa. No ano seguinte transferiu-se para o F.C. Zenit onde esteve durante dois anos. Em 1999 mudou-se para o F.K. Krylya Sovetov de Samara. No início da temporada de 1999/2000 regressou a Portugal para ingressar no F.C. Alverca, onde teve a companhia do seu compatriota Sergei Ovchinnikov. No final dessa temporada Kulkov colocou um ponto final na sua carreira de futebolista.
Kulkov vestiu também a camisola da Selecção da Rússia por 21 vezes e marcou 4 golos.
Em 2002/03, estreou-se como treinador-adjunto no F.C. Maritimo Velense. Regressou depois à Russia onde manteve o mesmo cargo no F.K. Krimi em 2003, depois no F.K. Tom Tomsk em 2005, seguiu-se o F.K. Lokomotiv Moscovo em 2007 e entre 2009 e 2012 esteve na equipa B do F.K. Spartak Moscovo onde continuou a ser adjunto, passando no ano seguinte para a equipa de sub-21.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Campeonato da União Soviética
1 Taça de Portugal
1 Taça da Russia
1 Supertaça Cândido de Oliveira

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Grande talento, grande classe, um jogador que trazia qualidade a qualquer equipa. Lamentavelmente, só esteve 1 época no F.C.Porto, para desespero, meu e acho que de muitos, portistas...

Um abraço

Armando Pinto disse...

Um futebolista que muito apreciei quando esteve no F. C. Porto, pela sua RAÇA, como por exemplo me lembra ainda um jogo no Setúbal, em que empurrou autenticamente a equipa para a reviravolta no resultado, hevendo por fim terminado numa saborosa victória.

Anónimo disse...

Serviu para nos dar um campeonato, o 1º da era do Penta. Lembro-me que a sua carreira na altura esteve em risco por causa de um qualquer problema de coração que lhe detectaram nos exames médicos. Mas nunca deixou de jogar. Ficou pouco tempo no clube, tanto ele como o Iuran. Já agora, o Kulkov era melhor do que o colega russo.

Anónimo disse...

Grande jogador... foi uma grande aquisição e só tive pena dele ter vindo devido à morte de Rui Filipe. Seja como for, foi uma grande bicada no reino da águia.

RS