23 de julho de 2012

Atraca

João Eleutério Luisa Atraca nasceu no dia 10 de Julho de 1940 em Faro.
Foi nos escalões de formação do S.C. Farense que Atraca iniciou a sua carreira de futebolista.
Na temporada de 1959/60 e já ao serviço do Louletano D.C. estreou-se como sénior. Na época seguinte regressou ao S.C. Farense.
Em 1961/62 ingressou no Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 26 de Maio de 1963 no Estádio do Mar em Matosinhos onde o F.C. Porto venceu o Leixões S.C. por 2-0, num jogo que valeu para a 2ª mão da 3ª eliminatória da Taça de Portugal da época de 1962/63.
Atraca representou os portistas durante oito épocas. Conquistou a Taça de Portugal em 1968, com uma vitória na final do Jamor sobre o V. Setúbal por 2-1. venceu ainda a Taça associação de Futebol do Porto por quatro ocasiões, entre 1962/63 a 1965/66.
Nos oito anos que passou nas Antas, disputou 158 partidas oficiais. Marcou 3 golos e venceu 5 Títulos.
Em 1969/70 voltou ao clube de Faro para no final dessa temporada festejar pela primeira vez a subido do clube algarvio à 1ª divisão nacional. Ainda se manteve no S.C. Farense até à temporada de 1972/73, mas acabou por abandonar o clube depois de alguns conflitos com o treinador.
Na época de 1973/74 ingressou no S.C. Odemirense, clube que actuava no campeonato distrital e onde Atraca assumiu o cargo de treinador-jogador, sagrando-se campeão distrital.
Na temporada seguinte e quando ainda representava o clube de Odemira, foi vitima de um acidente de viação que lhe custou a vida.

Palmarés
1 Taça de Portugal 4 Taças Associação de Futebol do Porto

5 comentários:

Armando Pinto disse...

Um futebolista que merecia bem a nossa admiração, tal a "raça" que punha em campo. A pontos de, apesar de pequeno, ter um poder de salto eficaz, costumando saltar mais alto que muitos de maior estatura. Há uma imagem (foto), que já publiquei no meu blogue inicial, a propósito dos jogos F. C. Porto-Benfica, onde se vê Atraca a saltar a par com o gigante Torres... Pena ter passado no clube em tempo de vacas magras, mas era mesmo um jogador à Porto!

dragao vila pouca disse...

Deste lembro-me bem. Pequeno em altura, mas enorme na entrega, raça e alma portista. Dizia-se, não sei se corresponde à verdade, que quando apanhava uns avançados mais altos, pisava-os ou puxava-lhes os calções e eles não conseguiam saltar. Ganhou uma taça de Portugal e podia ter ganho um campeonato, o tal que perdemos ingloriamente, pelos problemas de Pedroto com Pinto da Magalhães, com Américo, Gomes e Pinto.

Abraço

Anónimo disse...

não o conheci mas eu sou atraca e ele é meu tio, sei pouco sobre ele, mas pelo pouco que sei era um bom jogador, é uma pena!

António disse...

Pelo comentário acima, acabo de descobrir um primo! O Atraca foi meu tio avô, da parte da minha mãe.

Isabel Leandro disse...

Pelo comentario, venho a saber que tenho mais um primo. Antonio posso saber como o tio Joao e seu tio avo? Eu sou filha do Eduardo Atraca que tambem foi jogador e em Macau foi Presidente do Sporting Clube de Macau.
Obrigada
Isabel