30 de outubro de 2017

Joaquim Freitas

Joaquim Pinto Rodrigues de Freitas foi um dos primeiros futebolistas da história do Futebol Clube do Porto.
Começou por jogar futebol no Grupo do Destino, mas quando José Monteiro da Costa refundou o F.C. Porto, em 1906, Joaquim Freitas e os seus companheiros formaram a primeira equipa dos portistas.
Os primeiros jogos eram sempre com os ingleses do Oporto Cricket and Lawn-Tennis Club e também o Boavista Footballers Club.
Com o natural crescimento do F.C. Porto, José Freitas acabou por não jogar muito mais tempo, mas entrou para a história como um dos pioneiros futebolistas do clube e também de Portugal.

23 de outubro de 2017

Defour

Steven Arnold Defour nasceu no dia 15 de Abril de 1988 em Mechelen; Bélgica.
Começou a jogar futebol nas escolas de formação do Zennester Hombeek V.Z.W. até que em 1997 ingressou no K.V. Mechelen onde jogou até chegar à categoria de junior, sendo depois obrigado a mudar de ares já que o pequeno clube da sua terra natal abriu falência. Seguiu-se o K.R. Club Genk, e foi no clube da região da Flandres que Defour se estreou como profissional com apenas 17 anos, a temporada de 2005/06 foi a de afirmação como titular, tendo ajudado a conquistar a Taça da Bélgica, no final dessa temporada tinha quase tudo certo para se transferir para o F.C. Ajax da Holanda mas o seu destino acabou por ser o R. Standard de Liége, nos “Les Rouches”, Defour permaneceu durante cinco temporadas onde venceu a Liga da Bélgica por duas vezes (2007/08 e 2008/09), a Taça da Bélgica em 2010/11 e a Supertaça da Bélgica em 2008 e 2009.
No início da época de 2011/12 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A estreia pelos Dragões teve lugar na Marinha Grande no dia 6 de Setembro de 2011, na visita ao U.D. Leiria, em que os portistas venceram por 5-2, numa partida a contar para a 3ª jornada do Campeonato Nacional de 2011/12.
Já o primeiro golo apontado com a camisola azul e branca, aconteceu no dia 15 de Outubro de 2011 em Sintra, num jogo a contar para a 3ª Eliminatória da Taça de Portugal, onde o F.C. Porto derrotou o C.A. Pêro Pinheiro por 8-0, com Defour a abrir o marcador aos 29 minutos.
O belga representou os Dragões por três temporadas, com 113 partidas oficiais disputadas e 7 golos apontados.
Sagrou-se Campeão Nacional por 2 vezes (2011/12 e 2012/13) e conquistou por três ocasiões a Supertaça Cândido de Oliveira.
Em Agosto de 2013 deixou o F.C. Porto para regressar à Bélgica para jogar no R.S. Club Anderlecht, no emblema de Bruxelas esteve até ao verão de 2016 e sagrou-se Campeão da Bélgica. Na época seguinte transferiu-se para os ingleses do Burnley F.C. clube que representa actualmente.
Defour já representou a Selecção da Bélgica por 51 vezes e marcou 2 golos. Estreou-se com apenas 18 anos em maio de 2006 e já esteve presente no Campeonato do Mundo do Brasil em 2014.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
3 Campeonatos da Bélgica
2 Taças da Bélgica
3 Supertaças Cândido de Oliveira
2 Supertaças da Bélgica

16 de outubro de 2017

Hermann Burgmann

Hermann Burgmann foi um futebolista alemão que vestiu a camisola do Futebol Clube do Porto nos primeiros anos da história do clube.
Burgmann foi um dos vários jogadores estrangeiros que logo após a refundação do F.C. Porto por José Monteiro da Costa em 1906, passaram pelo clube portista.
Esteve presente em muitos jogos importantes, tal como na primeira partida disputada em Portugal contra um clube estrangeiro realizada no dia 15 de Dezembro de 1907 quando os espanhóis do Real Fortuna de Vigo visitaram o Porto para defrontar os Dragões.
Pouco tempo depois abandonou o Futebol Clube do Porto mas deixou o seu nome nos registos históricos do clube.

9 de outubro de 2017

Paulo Assunção

Paulo Assunção da Silva nasceu no dia 25 de Janeiro de 1980 em Várzea Grande, município do estado de Mato Grosso no Brasil.
Depois de ter passado pelos escalões de formação do S.E. Palmeiras, teve a sua estreia como profissional no clube paulista na temporada de 1999, tendo sido utilizado em oito partidas oficiais entre esse ano e 2000.
No início da temporada de 2000/01 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
Nos Dragões, Paulo Assunção integra o plantel da equipa b e tem a sua estreia como titular no dia 27 de Agosto de 2000, na partida da 1ª jornada do Campeonato Nacional II Divisão B Zona Norte de 2000/01, onde os portistas visitaram o F.C. Vizela.
Paulo Assunção disputou 36 jogos e apontou 4 golos nessa prova, apesar de ter deixado boas indicações regressa ao Brasil e ao S.E. Palmeiras no final de 2001. Em 2002 volta a Portugal mas desta vez para vestir a camisola do C.D. Nacional da Madeira. Nos Insulares permaneceu duas temporadas, onde disputou 43 partidas oficiais e marcou 2 golos.
Na temporada de 2004/05 volta ao F.C. Porto, mas segue para a Grécia onde viria a jogar por empréstimo no A.E.K. de Atenas.
Na temporada seguinte regressa aos Dragões para integrar o plantel principal, orientado por Co Adriaanse.
A sua estreia na equipa principal portista aconteceu no dia 2 de Outubro de 2005 no Estádio dos Barreiros, no Funchal, onde os portistas empataram 2-2 com o C.S. Marítimo, num jogo a contar para a 6ª jornada do Campeonato Nacional de 2005/06.
Desde cedo que Paulo Assunção agarra a titularidade e forma com Raul Meireles e Lucho González um meio-campo solido que tem um papel importante na conquista do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal na temporada de 2005/06.
A época seguinte começa com a vitória na Supertaça Cândido de Oliveira e termina com a conquista do Bi-Campeonato Nacional.
Em 2007/08 volta a vencer o Campeonato Nacional.
No total foram 103 partidas oficiais com a camisola azul e branca. 3 Campeonatos Nacionais, 1 Taça de Portugal e 1 Supertaça Cândido de Oliveira conquistados.
Em 2008/09 ingressou nos espanhóis do Club Atlético de Madrid, onde permaneceu até 2012 e onde venceu por duas vezes a Liga Europa (2009/10 e 2011/12) e a Supertaça Europeia em 2010. Em 2012 volta ao Brasil para representar o São Paulo F.C.. Volta a Espanha na temporada de 2012/13 onde jogou no R.C. Deportivo Coruña e em 2013/14 regressa à Grécia para fazer alguns jogos pelo Levadiakos F.C. onde terminou a sua carreira.

Palmarés
2 Liga Europa
1 Supertaça Europeia
3 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Supertaça Cândido de Oliveira