18 de dezembro de 2017

Víctor Fernández

Víctor Fernández Braulio nasceu no dia 28 de Novembro de 1960 em Saragoça, Espanha.
Jogou futebol nos escalões de formação do Stadium Casablanca e também no C.D. Sariñena.
Com apenas 16 anos começou a sua carreira de treinador ao orientar as camadas jovens do Stadium Casablanca.
Em 1988 terminou o curso de treinador, tendo sido o melhor aluno da turma e logo de seguida passou a treinador-adjunto no Real Zaragoza.
Em 1990 e como técnico principal treinou o Deportivo Aragón. Em 1991/92 e com 30 anos de idade substituiu Ildo Manero no comando do Real Zaragoza. Foi o treinador do clube da sua terra natal durante seis temporadas e levou os Leones à conquista da Taça de Espanha (Copa do Rei) em 1993/94 e da Taça dos Clubes Vencedores das Taças em 1994/95. Em 1997/98 assumiu o comando técnico do C.D. Tenerife. Na temporada seguinte rumou ao R.C. Celta de Vigo tendo permanecido no clube galego por quatro épocas e onde conquistou a Taça Intertoto. Em 2002/03 e 2003/04 comandou o Real Betis.
Na temporada de 2004/05 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
O primeiro jogo em que assumiu o comando técnico dos Dragões venceu a Supertaça Cândido de Oliveira depois de vencer o S.L. Benfica por 1-0 no Estádio Cidade de Coimbra no dia 20 de Agosto de 2004.
No dia 12 de Dezembro conquistou a Taça Intercontinental em Tóquio no Estádio Yokohama onde os portistas venceram os Campeões da América do Sul, o C.D. Once Caldas.
Víctor Fernández deixou os Dragões no final de Janeiro de 2005. Comandou os azuis e brancos em 29 jogos oficiais e conquistou 2 Títulos.
Em 2006/07 regressou a Espanha para orientar o Real Zaragoza por duas temporadas. Em 2009/10 voltou a treinar o Real Betis. Em 2012/13 e 2013/14 foi o técnico dos belgas do K.A.A. Gent. Em 2014/15 retornou a Espanha para comandar o R.C. Deportivo Coruña deixando o clube da Galiza no final dessa temporada.

Palmarés como treinador
1 Taça Intercontinental
1 Taça dos Clubes Vencedores das Taças
1 Taça Intertoto
1 Taça de Espanha
1 Supertaça Cândido de Oliveira

Sem comentários: