31 de março de 2019

Mielcarski

Grzegorz Mielcarski nasceu no dia 19 de Março de 1971 em Chelmno, Polónia.
Depois de jogar nos escalões de formação do Orzel Chelmon ingressou no K.P. Poloni Bydgoszcz onde fez a sua estreia como sénior na temporada de 1987/88. Em 1989/90 transferiu-se para o Olimpia Poznan. Na época de 1992/93 rumou à Suíça para jogar no Servette F.C.. Na temporada seguinte voltou à Polónia para defender as cores do K.S. Górnik Zabrze. Em 1994/95 retornou ao Olimpia Poznan mas logo de seguida ingressou no Widzew Lódz.
No início da temporada de 1995/96 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 6 de Agosto de 1995 no Estádio José Alvalade, em Lisboa, onde os portistas defrontaram o Sporting C.P. no jogo da 1ª mão da Supertaça Cândido de Oliveira que terminou empatado 0-0.
Mielcarski esteve ao serviço do F.C. Porto durante quatro temporadas. Na primeira época e quando se começava a afirmar na equipa portista, uma grave lesão acabou por o afastar largos meses dos relvados, recuperou e deu o seu contributo para se sagrar Campeão Nacional por 4 vezes, venceu 1 Taça de Portugal e 2 Supertaças Cândido de Oliveira.
De Dragão ao peito, Mielcarski disputou 56 partidas oficiais e marcou 11 golos. No final da temporada de 1998/99 deixou os Dragões.
Na época seguinte ingressou nos espanhóis do U.D. Salamanca. Em 2000/01 regressou à Polónia para jogar no M.K.S. Pogon Szczecin. Em 2001/02 transferiu-se para o A.E.K. de Atenas onde conquistou a Taça da Grécia. Na temporada seguinte estava de volta à Polónia para vestir a camisola do K.S. Amica Wronki, onde jogou duas temporadas, e deu por terminada a sua carreira de futebolista no final da temporada de 2003/04.
Mielcarski foi internacional pela Polónia, disputou 10 jogos oficiais e marcou 1 golo.

Palmarés
4 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Taça da Grécia
2 Supertaças Cândido de Oliveira

25 de março de 2019

Alexandre Lopes Martins

Alexandre Lopes Martins foi um dirigente do Futebol Clube do Porto inda nos primeiros anos de existência do clube azul e branco.
Desempenhou a difícil função de tesoureiro sempre com um grande sentido de responsabilidade, isto numa época em que o clube passava por difíceis situações financeiras.
Alexandre Lopes Martins foi também um dos mais asserimos defensores da ideia de construção do novo campo de jogos na Constituição e foi um dos homens mais influentes para a realização desse sonho.
Grande parte da sua vida foi dedicada ao F.C. Porto e esse amor clubístico foi herdado também pelos seus dois filhos, David Lopes Martins e João Lopes Martins, este ultimo um dos mais, senão mesmo o mais eclético atleta da história do F.C. Porto.

17 de março de 2019

Rolando Fonseca

Rolando Jorge Pires da Fonseca nasceu no dia 31 de Agosto de 1985 em São Vicente; Cabo Verde.
Com uma passagem pelas camadas jovens do S.C. Campomaiorense, entre 1999 e 2003, Rolando ingressou nos juniores do C.F. Belenenses no início da temporada de 2003/04 e logo na temporada seguinte integrou o plantel principal do clube de Belém onde jogou mais três temporadas. Foi durante esse período que passou a ser um dos defesas centrais nacionais de maior categoria e começou a ter os maiores clubes de olho em si.
Em 2008/09 transferiu-se para o Futebol Clube do Porto.
A estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no Estádio da Luz no dia 30 de Agosto de 2008, numa partida a contar para a 2ª jornada do Campeonato Nacional de 2008/09 e que terminou com um empate 1-1. O primeiro golo que apontou ao serviço dos portistas foi para a Liga dos Campeões de 2008/09 na deslocação do F.C. Porto à Ucrânia, onde defrontou e venceu o F.C. Dynamo Kyiv com Rolando a abrir o marcador aos 69 minutos, na partida que terminou com o resultado de 2-1.
Rolando esteve quatro épocas ao serviço do F.C. Porto, desde 2008/09 até 2011/12, no entanto ainda foi utilizado em duas partidas no início da temporada de 2012/13.
No tempo que passou ao serviço dos portistas, Rolando disputou 175 partidas oficiais e marcou 17 golos. Foi por quatro vezes Campeão Nacional (2008/09, 2009/10, 2010/11 e 2011/12), conquistou a Taça de Portugal por três ocasiões (2008/09, 2009/10 e 2010/11), ganhou a Supertaça Cândido de Oliveira por quatro vezes (2009, 2010, 2001 e 2012) e venceu a Liga Europa em 2010/11 quando o F.C. Porto venceu o S.C. Braga em Dublin por 1-0, no que foi a única final europeia disputada entre clubes portugueses.
Em 2012/13 Rolando esteve por empréstimo dos Dragões ao serviço dos italianos do S.S. Nápoles, na temporada seguinte e também por empréstimo, ingressou no F.C. Inter de Milão, novo empréstimo na época de 2014/15 mas desta vez na Bélgica ao serviço do R.S.C. Anderlecht. Em 2015/16 e já desvinculado do F.C. Porto, Rolando rumou a França para representar o Olympique de Marselha, clube de representa atualmente.
Rolando representou a Selecção Nacional por várias vezes, esteve presente no Campeonato do Mundo de 2012 na África do Sul e também no Campeonato da Europa de 2012 na Polónia/Ucrânia.

Palmarés
1 Liga Europa
4 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
3 Taças de Portugal
4 Supertaças Cândido de Oliveira

11 de março de 2019

Pratas

Carlos Joaquim Pratas nasceu no dia 1 de Janeiro de 1916 em Lisboa.
Começou por jogar futebol no Carcavelinhos F.C. e esteve no clube de Alcântara até ao final da época de 1939/40, tendo ajudado o emblema lisboeta a vencer por duas vezes o Campeonato Nacional da 2ª Divisão (1934/35 e 1938/39).
Em 1940/41 ingressou no Futebol Clube do Porto.
Estreou-se com a camisola dos Dragões no dia 20 de Outubro de 1940 no Campo da Constituição quando os portistas receberam e venceram o Boavista F.C. por 7-1, num jogo a contar para a 3ª jornada do Campeonato do Porto.
Era difícil a sua estreia ter corrido melhor, pois inaugurou o marcador logo no primeiro minuto de jogo.
Pratas esteve três temporadas ao serviço dos portistas, tendo sido utilizado em 72 partidas oficiais e marcou 48 golos.
Pratas conquistou o Campeonato do Porto por duas vezes.

Palmarés
2 Campeonatos do Porto

4 de março de 2019

Percy Sewel

Percy Sewel foi um dos primeiros futebolistas do Futebol Clube do Porto.
Jogador de origem inglesa, Percy Sewel pertencia aos quadros do Oporto Cricket and Lawn-Tennis Club mas vestia a camisola do F.C. Porto sempre que os portistas tinham jogos de grande importância e elevada dificuldade, tal como acontecia com outros futebolistas, também britânicos, que igualmente alinhavam no Oporto Cricket and Lawn-Tennis Club.
Percy Sewel foi um dos titulares na equipa portista que venceu o Real Fortuna de Vigo por 2-1 no dia 3 de Abril de 1910, um jogo realizado no Campo da Raínha e que ficou na história do futebol nacional por ter sido a primeira vitória de um clube português contra uma equipa estrangeira.
Percy Sewel não disputou muitos jogos pelo F.C. Porto, mas deixou o seu nome no história do clube.