31 de outubro de 2010

Paulo Ferreira

Paulo Renato Rebocho Ferreira nasceu no dia 18 de Janeiro de 1979 em Cascais.
Com apenas 10 anos entrou para as escolas do Grupo Dramático e Sportivo de Cascais. em 1995 e com 16 anos mudou de ares e ingressou nos juniores do G.D. Estoril Praia e foi no clube canarinho que se estreou a senior na temporada de 1997/98, tendo representado os estorilistas mais duas épocas. Em 2000/01 transferiu-se para o V. Setubal onde esteve dois anos e passou a jogar com mais regularidade, começando a despertar o interesse dos maiores clubes nacionais.
No início da temporada de 2002/03 foi contratdo pelo Futebol Clube do Porto. A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 25 de Agosto de 2002 no Estádio das Antas, onde os portistas receberam e empataram 2-2 com o C.F. Belenenses, num jogo a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 2002/03.
Logo na sua primeira época de azul e branco, Paulo Ferreira agarrou a títularidade na equipa orientada por José Mourinho e sagrou-se Campeão Nacional, venceu a Taça de Portugal e sobretudo conquistou a Taça UEFA.
Na temporada seguinte, além de já se afirmar como uma certeza no panorama futebolístico nacional, começou por conquistar a Supertaça Cândido de Oliveira e repetiu a vitória no Campeonato Nacional. Mas a maior conquista até então da sua carreira estava destinada para o dia 26 de Maio de 2004 na cidade alemã de Gelsenkirchen, quando venceu a Liga dos Campeões.
No final dessa época de 2003/04 já eram muitos os grandes emblemas europeus interessados em o contratar e acabou por deixar os Dragões. Nas duas temporadas que Paulo Ferreira representou o F.C. Porto, conquistou 6 Títulos e disputou 99 jogos oficiais.
Em 2004/05 foi contratado pelo Chelsea F.C., no clube de Londres esteve durante nove temporadas, onde venceu por três vezes o Campeonato de Inglaterra, conquistou quatro Taças de Inglaterra, ganhou duas Taças da Liga, venceu duas Supertaças e voltou a conquistar a Liga dos Campeões em 2011/12 e repetiu o triunfo na Liga Europa em 2012/13. No final da época de 2012/13 colocou um ponto final na sua carreira.
Continuou a sua ligação ao Chelsea F.C. como Director de Relações Institucionais.
Paulo Ferreira representou a Selecção Nacional por 62 vezes. Esteve presente nos Campeonatos da Europa de 2004 e 2008 e nos Campeonatos do Mundo de 2006 e 2010.
No dia 25 de Julho de 2014 esteve presente no Estádio do Dragão onde voltou a vestir a camisola do Futebol Clube do Porto para o jogo de despedida e homenagem a Deco.

Palmarés
2 Liga dos Campeões
2 Taça UEFA / Liga Europa
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
3 Campeonatos de Inglaterra
1 Taça de Portugal
4 Taças de Inglaterra
1 Supertaça Cândido de Oliveira
2 Supertaças de Inglaterra
2 Taças da Liga Inglesa

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Bom jogador, bom profissional, boa pessoa, alguém que ganhou tudo no F.C.Porto e RENDEU 20 MILHÕES...

Um abraço

Anónimo disse...

Idem idem, aspas aspas.


E... até o abraço!



PS. - Estamos (ainda) chateados por causa do basquet; teve mesmo ali "à mão" mas... vícios da época pasaada.

Armando Pinto disse...

Um atleta que ficou ligado a bons anos de grande fulgor internacional... e deu bom augúrio na Taça UEFA, como este ano estamos na mesma agora chamada Europa... na qual, para já, o objectivo principal foi conseguido, felizmente, venha agora o jogo que mais queremos ganhar.
Vamos lá agora a esse próximo grande jogo, contra os mouros vermelhos - de cujas memórias tenho umas recordações visuais e documentais no meu "Lôngara..."
Abraço
http://longara.blogspot.com/

Anónimo disse...

Um bom defesa, merecia ter jogado mais vezes depois de ter saído do Porto. Parece que nunca ficava em má forma.

RS