26 de agosto de 2019

Wetl

Arnold Wetl nasceu no dia 12 de Fevereiro de 1970 em Eibiswald na Áustria.
Jogador criado nas escolas de formação do S.P. Sturm Graz, ascendeu à categoria de sénior no ano de 1989 e na temporada de 1989/90 fez parte do plantel profissional do principal clube da segunda maior cidade da Áustria. Jogou durante sete épocas no S.P. Sturm Graz e na temporada de 1995/96 conquistou a Taça da Áustria e a Supertaça da Áustria.
As suas exibições, por essa altura, já despertavam o interesse de vários clubes europeus e no verão de 1996 deixou o clube onde cresceu como jogador.
No início da época de 1996/97 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 25 de Agosto de 1996 no Estádio das Antas onde os portistas receberam e empataram 2-2 com o V. Setúbal, num jogo a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1996/97.
Wetl apenas esteve ao serviço do F.C. Porto durante uma temporada, disputou 14 jogos oficiais e marcou 2 golos. O primeiro foi apontado no dia 18 de Setembro de 1996 no Estádio da Luz onde os Dragões venceram o S.L. Benfica por 5-0 e onde Wetl foi o autor do quarto tento e ajudou a conquistar a Supertaça Cândido de Oliveira. O segundo golo foi marcado no dia 26 de Outubro de 1996 no Estádio Vieira de Carvalho, na Maia, quando o F.C. Porto, a jogar como visitante, derrotou o S.C. Espinho por 5-0 e Wetl voltou a apontar o quarto golo do jogo que valeu para a 8ª jornada do Campeonato Nacional, competição em que os Dragões se sagraram Campeões Nacionais.
Dos 14 jogos em que Wetl participou 11 foram para o campeonato, 1 para a Supertaça Cândido de Oliveira, 1 para a Taça de Portugal e 1 para a Liga dos Campeões.
Em 1997/98 Wetl regressou à Áustria para ingressar no Rapid Wien onde permaneceu durante três épocas e meia. Em 2001 voltou ao S.P. Sturm Graz onde jogou mais quatro anos. Na temporada de 2004/05 transferiu-se para o F.C. Gratkorn clube onde terminou a sua carreira de futebolista no final da época de 2005/06.
Wetl foi internacional pela Áustria, tendo disputado 21 partidas oficiais e marcado 4 golos, esteve presente no Campeonato do Mundo de 1998 onde jogou três partidas.

Palmarés
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça da Áustria
1 Supertaça Cândido de Oliveira
1 Supertaça da Áustria

19 de agosto de 2019

Troféu Comunidade Luso-Brasileira


No final da temporada de 1976/77, mais precisamente em Junho e depois de ter conquistado a Taça de Portugal, o Futebol Clube do Porto viajou até ao Brasil para disputar um jogo amigável contra o C.R. Vasco da Gama.
O resultado da partida foi um empate 1-1, com o golo dos Dragões a ser marcado por Duda aos seis minutos de jogo, mas os brasileiros ainda na primeira parte conseguiram empatar através de Wilsinho.
Numa época em que Jorge Nuno Pinto da Costa era Diretor para o Futebol Profissional e José Maria Pedroto o treinador, os portistas alinharam no Estádio São Januário com: Torres; Gabriel, Simões, Freitas e Murça; Octávio, Celso e Rodolfo; Oliveira (Ademir, 46m), Duda e Seninho.
Apesar do empate no jogo o F.C. Porto regressou a Portugal com um troféu, oferecido pela Comunidade Luso-Brasileira.

4 de agosto de 2019

Ferreirinha

Fernando Ferreira (Ferreirinha) nasceu no dia 1 de Fevereiro de 1936 em Santo Tirso.
Começou a jogar futebol nas camadas jovens do F.C. Tirsense, mas aos 17 anos ingressou nos juniores do Futebol Clube do Porto até chegar a sénior no final da temporada de 1953/54.
Em 1954/55 regressou ao F.C. Tirsense, onde jogou durante duas temporadas. Em 1956/57 transferiu-se para o S.C. Braga, tendo estado no clube bracarense durante três anos.
No início da época de 1959/60 é contratado pelo F.C. Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 20 de Setembro de 1959 no Estádio Municipal de Coimbra onde os portistas defrontaram a Académica de Coimbra na 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1959/60 e que os estudantes venceram por 1-0, com um golo na própria baliza de Monteiro da Costa.
O primeiro e único golo que marcou com a camisola do F.C. Porto foi na 4ª jornada, também respectivo ao Campeonato Nacional de 1959/60, quando os Dragões foram a Matosinhos empatar 2-2 com o Leixões S.C., Ferreirinha apontou o 2º golo dos azuis e brancos aos 35 minutos de jogo.
Ferreirinha apenas representou o F.C. Porto durante uma época como sénior, pois havia já passado pelos portistas enquanto júnior, tendo vencido nessa condição o Campeonato Nacional de 1952/53.
Durante a temporada em que jogou de Dragão ao peito, Ferreirinha disputou 20 partidas oficiais, marcou 1 golo e conquistou 1 Título, a Taça Associação de Futebol do Porto.
Em 1960/61 rumou ao V. Guimarães, passou depois pelo Leixões S.C., voltou ao S.C. Braga e acabou por regressar ao F.C. Tirsense em 1965/66 onde jogou durante mais três épocas e onde se estreou como treinador ao acumular a função de jogador e treinador no decorrer da temporada de 1967/68. Em 1968/69 transferiu-se para o F.C. Famalicão onde esteve mais três épocas também na condição de jogador/treinador e foi no clube famalicense que terminou a sua carreira de futebolista.
A partir da temporada de 1974/75 assumiu a carreira de treinador a tempo inteiro e passou a comandar o G.D. Riopele. Passou depois por vários clubes da região norte do país, até que na temporada de 2001/02 regressou ao F.C. Tirsense, o que foi a sua ultima época no mundo do futebol.


Palmarés
1 Taça Associação de Futebol do Porto