28 de outubro de 2019

Jorginho

Jorge Luíz Pereira de Sousa (Jorginho) nasceu no dia 6 de Maio de 1977 em Goiânia, Brasil.
Começou a jogar futebol no Goiatuba E.C. e depois de passar por todos os escalões de formação do clube da sua terra, integrou o plantel principal no ano de 1994. No ano seguinte transferiu-se para o Atlético Paranaense e logo na sua temporada de estreia com o novo clube, sagrou-se Campeão Brasileiro Série B. No emblema de Curitiba, Jorginho permaneceu durante cinco anos. Em 2000 foi emprestado ao E.C. Santo André e pouco depois, ainda no ano de 2000, transferiu-se para o S.E. Gama. Em 2001 ingressou no Goiânia E.C.. No verão desse mesmo ano deixou o Brasil para rumar a Portugal para jogar no V. Setúbal. Nos Sadinos esteve quatro épocas, conquistou a Taça de Portugal em 2004/05 e deu a conhecer o seu futebol que despertou o interesse dos principais clubes nacionais. No início da temporada de 2005/06 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 21 de Agosto de 2005 no Estádio do Dragão quando os portistas receberam e venceram o C.F. Estrela da Amadora por 1-0, num jogo que contou para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 2005/06.
O primeiro golo que apontou de azul e branco foi na 5ª jornada também no Campeonato Nacional de 2005/06, na receção do F.C. Porto ao C.F. Belenenses em que os portistas venceram por 2-0 com Jorginho a marcar o segundo golo aos 56 minutos de jogo.
Nessa temporada ainda marcou mais dois golos, um na vitória sobre o V. Guimarães por 2-0 e em Alvalade foi o seu golo que carimbou o triunfo do F.C. Porto sobre o Sporting C.P. e que praticamente garantiu o título de Campeão Nacional aos Dragões, ao que juntaram a vitória na Taça de Portugal.
Na sua primeira época no F.C. Porto foi um dos cinco jogadores mais utilizados pelo treinador Co Adriaanse.
Na temporada seguinte Jorginho jogou menos vezes e também marcou menos golos, apenas um, mas conquistou a Supertaça Cândido de Oliveira e voltou a sagrar-se Campeão Nacional. No final dessa época deixou os Dragões.
Jorginho representou o F.C. Porto durante 2 temporadas. Disputou 56 jogos oficiais, marcou 4 golos e conquistou 4 títulos.
Em 2007/08 rumou ao S.C. Braga onde esteve duas épocas, tendo ganho a Taça Intertoto. Em 2009/10 viajou para a Turquia para jogar no Gaziantepspor durante dois anos. Em 2011/12 regressou a Portugal para defender a camisola do Rio Ave F.C.. Na temporada seguinte voltou ao Brasil onde representou o Grêmio Anápolis, clube onde colocou um ponto final na sua carreira no ano de 2014.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Campeonato do Brasil Série B
2 Taças de Portugal
1 Supertaça Cândido de Oliveira

21 de outubro de 2019

Troféu Bronze Asociação


O ´Bronze Associação` foi uma competição criada na década de 20 do seculo passado para financiar a Associação de Futebol do Porto.
O Futebol Clube do Porto conquistou o Troféu em 1920/21, 1921/22 e 1922/23. Nessa última edição da prova os Dragões marcaram 17 golos em apenas três partidas, ganharam ao Boavista F.C. por 5-2, ao S.C. Salgueiros por 6-2 e ao S.C. Espinho na final por 6-3. Na época os espinhenses pertenciam à Associação de Futebol do Porto, mudando em 1924 para a recém criada Associação de Futebol de Aveiro.
O Troféu que pesa 12 quilos e que é uma escultura em bronze e mármore, faz parte dos títulos conquistados pelo F.C. Porto nas provas oficiais organizadas pela Associação de Futebol do Porto.

14 de outubro de 2019

Éder Militão

Éder Gabriel Militão nasceu em Setãozinho, um município brasileiro do interior do estado de São Paulo, Brasil.
Aos 13 anos de idade começou a jogar nos sub-13 do São Paulo F.C., depois passou por todos os escalões de formação do clube paulista até ascender à categoria de profissional em 2017. Entre o dia 5 de Maio de 2017 e o dia 5 de Agosto de 2018, Éder Militão foi utilizado por 37 vezes e marcou 4 golos com a camisola principal do São Paulo F.C. e passou a ter os principais clubes internacionais interessados na sua aquisição.
No verão de 2018 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no Estádio do Dragão no dia 2 de Setembro de 2018, quando os portistas receberam e venceram o Moreirense F.C. por 3-0, numa partida que contou para a 4ª jornada do Campeonato Nacional de 2018/19. Apesar de jogar a defesa central, Éder Militão fez a assistência para Hector Herrera inaugurar o marcador aos 15 minutos de jogo.
Foi na maior montra do futebol europeu que se estreou a marcar golos, quando no jogo da 5ª jornada do Grupo D abriu a contagem para a vitória do F.C. Porto por 3-1 sobre os alemães do F.C. Schalke 04.
Éder Militão apenas representou o F.C. Porto na época de 2018/19, um ano em que os Dragões conquistaram a Supertaça Cândido de Oliveira, três semanas antes da estreia de Militão no F.C. Porto. Disputou 47 jogos oficiais e marcou 4 golos.
Em 2019/2020 ingressa no Real Madrid C.F. que o contratou ao F.C. Porto ainda em Março de 2019 por troca de 50 Milhões de euros. No clube madrileno venceu a Supertaça de Espanha e o campeonato espanhol.
Éder Militão é internacional pela seleção do Brasil, já vestiu por várias vezes a camisola canarinha e esteve presente na Copa América 2019, competição que ajudou a conquistar.

Palmarés
1 Copa América
1 Campeonato de Espanha
1 Supertaça de Espanha

7 de outubro de 2019

Martins Indi

Rolando Maximiliano Martins Indi nasceu no dia 8 de Fevereiro de 1992 no Barreiro.
Apesar de ter nascido em Portugal, Martins Indi que é filho de mãe portuguesa e pai da Guiné-Bissau, mudou-se com a sua família para a Holanda quando apenas tinha três anos de idade. Ainda criança começou a jogar futebol no R.K.S.V. Spartaan ’20. Aos 13 anos entrou para as escolas do Feyenoord. Entre 2005 e 2010 passou pelos vários escalões de formação do clube de Roterdão e na temporada de 2010/11 integrou o plantel principal do Feyenoord. Jogou durante quatro épocas no clube holandês onde se tornou um dos mais influentes jogadores do plantel.
No início da temporada de 2014/15 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 15 de Agosto de 2014 no Estádio do Dragão onde os portistas receberam e venceram o C.S. Marítimo por 2-0, numa partida a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 2014/15.
Apesar de ser defesa-central, Martins Indi não se coíbe de marcar golos e o primeiro que apontou ao serviço do F.C. Porto foi no jogo da 7ª jornada, também no Campeonato Nacional de 2014/15, quando no dia 5 de Outubro de 2014 os Dragões receberam e venceram o S.C. Braga por 2-1 no Estádio do Dragão e Martins Indi abriu o marcador aos 25 minutos de jogo.
Martins Indi representou o F.C. Porto durante duas temporadas, foi um dos jogadores mais utilizados do plantel azul e branco. Defesa-central possante e de boa qualidade, tanto ocupava a posição no centro da defesa como alinhava na lateral esquerda. Apesar de não ter conseguido vencer nenhum título enquanto jogou de Dragão ao peito, deixou boas indicações.
Em 2016/17 foi emprestado aos ingleses do Stoke City F.C. que o contratou na temporada seguinte.
Martins Indi é internacional pela Holanda e já vestiu a camisola da Laranja Mecânica por 34 vezes e apontou 2 golos. Esteve presente no Campeonato do Mundo de 2014 onde disputou 6 partidas.