27 de abril de 2020

Tello

Cristian Tello Herrera nasceu no dia 11 de Agosto de 1991 em Sabadell, Espanha.
Aos oito anos de idade começou a jogar futebol no C.F.U. Can Rull, mas pouco tempo depois entrou para as escolas de formação do F.C. Barcelona. Em 2007 e ainda júnior é emprestado ao C.F. Damm. No ano seguinte e depois de ter terminado o seu contrato com o clube Culé, ingressou no R.C.D. Espanyol onde jogou mais duas épocas como júnior e passou a sénior em 2009/10. Na temporada seguinte regressou ao F.C. Barcelona onde começou por integrar a equipa b, mas na época de 2011/12 já fez parte do plantel principal. Tello esteve três temporadas ao serviço dos blaugranas onde foi um dos jogadores mais utilizados, tendo conquistado a Taça de Espanha de 2011/12, o título do Campeão de Espanha em 2012/13 e a Supertaça de Espanha de 2013.
No início da temporada de 2014/15 ingressou no Futebol Clube do Porto por empréstimo do F.C. Barcelona.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 15 de Agosto de 2014, no Estádio do Dragão, quando os azuis e brancos receberam e venceram o C.S. Marítimo por 2-0, numa partida a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 2014/15.
O seu primeiro golo com a camisola do F.C. Porto aconteceu no jogo da 5ª jornada do Grupo H da Liga dos Campeões de 2014/15, quando na deslocação dos Dragões ao terreno do F.K. Borisov venceram a equipa local por 3-0 e Cristian Tello apontou o terceiro golo do jogo aos 89 minutos.
Tello esteve durante uma temporada e meia ao serviço do F.C. Porto, tendo disputado 57 jogos oficiais e marcado 10 golo, três deles na vitória dos Dragões sobre o Sporting C.P. por 3-0 no jogo da 23ª jornada do Campeonato Nacional de 2014/15.
Em Janeiro de 2016 o F.C. Barcelona e o A.C. Fiorentina acertaram a sua transferência para o futebol italiano. No clube Viola, Tello jogou até ao final da época de 2016/17. Na temporada seguinte voltou a Espanha para ingressar no Real Betis de Sevilha, clube onde joga atualmente.
Cristian Tello é internacional por Espanha e já vestiu a camisola da sua Selecção por várias vezes. Esteve presente nos Jogos Olímpicos de 2012 onde disputou três jogos.

Palmarés
1 Campeonato de Espanha
1 Taça de Espanha
1 Supertaça de Espanha

20 de abril de 2020

Kiki

Alcides Rodrigues Tavares (Kiki), nasceu no dia 28 de Outubro de 1961 na cidade da Praia, capital de Cabo Verde.
Começou a jogar futebol num pequeno clube de bairro, o Paiolense. Com 16 anos foi jogar no Académica da Praia onde no ano seguinte passou a sénior e estreou-se ao serviço da selecção principal de Cabo Verde, isto quando contava com apenas 17 anos de idade. Mais tarde mudou-se para o Sporting Clube da Praia. Em 1981 chega a Portugal para representar o V. Guimarães, com influência de José Maria Pedroto, treinador dos vimaranenses nesse ano, que o indicou a um dirigente vitoriano e assim Kiki esteve durante duas épocas e meia na “Cidade Berço”. Em 1984/85 ruma a Chaves e veste a camisola dos flavienses por três temporadas, para de seguida se transferir para o S.C. Braga onde se manteve em 1987/88 e 1988/89.
No início da temporada de 1989/90 é contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 26 de Agosto de 1989 no Estádio Vieira de Carvalho, Na Maia, onde os portistas a jogarem como visitante derrotaram o F.C. Penafiel por 2-0, numa partida que contou para a 2ª jornada do Campeonato Nacional de 1989/90.
Foi uma bela primeira temporada para Kiki que disputou 15 jogos oficiais e se sagrou Campeão Nacional.
A época de 1990/91 começa com a conquista da Supertaça Cândido de Oliveira e termina com a vitória na Taça de Portugal. Pelo meio Kiki ainda marcou o seu único golo de Dragão ao peito que aconteceu no jogo da 6ª jornada do Campeonato Nacional quando o F.C. Porto visitou a Ilha da Madeira e no Estádio dos Barreiros venceu o C.F. União por 3-1, com Kiki a inaugurar o marcador aos 14 minutos.
Na temporada de 1991/92 Kiki voltou a sagrar-se Campeão Nacional, tendo sido utilizado por 9 vezes, nessa sua última época de azul e branco.
Kiki esteve três temporadas ao serviço do F.C. Porto. Disputou 53 jogos oficiais, marcou 1 golo e conquistou 4 Títulos.
Em 1992/93 regressou ao S.C. Braga e na época seguinte foi contratado pelo F.C. Paços de Ferreira onde terminou a sua carreira de futebolista.
Kiki foi internacional por Cabo Verde e vestiu por várias vezes a camisola da Selecção.
De regresso a Cabo Verde e depois de alguns anos afastado do mundo do futebol, Kiki assumiu o cargo de Presidente do Associação Académica da Praia, lugar que ocupou durante praticamente três anos, tendo levado o clube à conquista de um Campeonato de Cabo Verde, uma Super Taça de Cabo Verde, um campeonato regional de Santiago Sul e uma Taça Praia.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
1 Supertaça Cândido de Oliveira

13 de abril de 2020

António Vaz

António Lopes Vaz nasceu no dia 11 de Setembro de 1945 em Penalva do Castelo.
Foi no clube da sua terra natal, o S.C. Penalva do Castelo que começou a jogar futebol, passando a sénior na época de 1964/65. Como profissional jogou no clube de Viseu durante três temporadas.
No início da época de 1967/68 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia na defesa da baliza dos Dragões aconteceu no dia 17 de Março de 1968 quando os portistas receberam e venceram o S.C. Covilhã por 5-0, num jogo que contou para a 1ª mão dos oitavos de final da Taça de Portugal de 1967/68.
António Vaz foi também o dono da baliza no jogo da 2ª mão em que os azuis e brancos voltaram a ganhar mas por 4-0, no campo José Santos Pinto, na Covilhã.
No final da temporada os portistas conquistaram a Taça de Portugal ao derrotar na final o V. Setúbal por 2-1 e assim António Vaz conquistou o seu primeiro título da carreira.
Na temporada seguinte não disputou nenhuma partida oficial. Já em 1969/70 dividiu a titularidade com Rui e foi utilizado por 11 vezes (10 a contar para o Campeonato Nacional e 1 para a Taça de Portugal).
No final dessa época deixou os Dragões.
António Vaz enquanto esteve ao serviço do F.C. Porto disputou 13 jogos oficiais e conquistou 1 título.
Em 1970/71 ingressou no V. Setúbal, onde permaneceu durante 8 temporadas. Em 1978/79 jogou no Académico de Viseu F.C.. Em 1979/80 transferiu-se para o Sporting C.P. onde conquistou o título de Campeão Nacional em 1979/80. Em 1981/82 rumou ao Amora F.C. onde terminou a sua carreira de futebolista no final dessa mesma época.

Palmarés
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal

6 de abril de 2020

Szabo Júnior

José Szabo Júnior nasceu no dia 16 de Outubro de 1926 em Viena na Áustria.
O seu pai, Joseph Szabo, foi jogador e treinador do Futebol Clube do Porto e em ambas as funções sagrou-se Campeão Nacional.
Foi precisamente nos Dragões que Szabo júnior começou a sua carreira de futebolista, actuando como guarda-redes, ainda com 19 anos de idade.
A sua estreia com a camisola azul e branca aconteceu no dia 23 de Setembro de 1945 no Campo da Constituição, onde os portistas receberam o Boavista F.C. que foi mais feliz e venceu por 4-0, uma partida que contou para a jornada inaugural do Campeonato do Porto da época de 1945/46.
Apesar da derrota no jogo da 1ª jornada, o F.C. Porto acabou por sagrar-se Campeão do Porto e assim Szabo Júnior conquistava também o seu primeiro título ao serviço dos Dragões.
Participou em quatro partidas do Campeonato Nacional de 1945/46.
Nessa temporada, que foi a única em que representou o F.C. Porto, Szabo Júnior foi utilizado em 5 partidas oficiais e conquistou 1 título.
Na época seguinte rumou a Académica de Coimbra. Em 1947/48 transferiu-se para o S.C. Olhanense onde jogou apenas sete vezes.
Szabo Júnior era uma promessa mas o destino pregou-lhe uma partida. Sofreu um atropelamento que lhe acabou com a carreira.

Palmarés
1 Campeonato do Porto