19 de outubro de 2008

Benni McCarthy


Benedict Saul McCarthy nasceu no dia 12 de Novembro de 1977 na Cidade do Cabo na África do Sul.
Benni fez a sua estreia como futebolista profissional com apenas 17 anos, na temporada de 1995/96 na equipa do Seven Stars na qual permaneceu na época seguinte até que foi contratado pelo Ajax F.C. de Amesterdão.
Em 1997/98 e já ao serviço do clube holandês, Benni sagrou-se Campeão e conquistou a Taça da Holanda, competição que voltou a vencer na temporada seguinte.
Na época de 1999/2000 o avançado africano transferiu-se para o Celta de Vigo de Espanha onde venceu a Taça Intertoto.
A meio da temporada de 2001/02 Benni foi emprestado ao Futebol Clube do Porto. Estreou-se com a camisola dos Dragões no dia 10 de Fevereiro de 2002 num jogo contra o S.L. Benfica em que os portistas venceram por 3-2. Benni actuou ainda em mais 10 jogos e marcou 12 golos. No final desse campeonato os espanhois do Celta de Vigo chamaram-no de volta apesar da vontade do jogador ser ficar no F.C. Porto. Mas definitivamente os ares de Espanha não lhe eram favoráveis e assim no final de 2002/03 McCarthy voltou ao Futebol Clube do Porto, desta vez a título definitivo.
Na época de 2003/04, Benni sagrou-se Campeão Nacional onde foi o melhor marcador ao apontar 20 golos e venceu também a Supertaça. Mas a principal conquista foi a Liga dos Campeões onde o sul-africano marcou 4 golos.
Em 2004/05 o avançado conquistou mais uma Supertaça, e em Dezembro no Japão conquistou a Taça Intercontinental depois do F.C. Porto derrotar os colombianos do Once Caldas.
Na temporada de 2005/06 voltou a vencer o Campeonato Nacional e ainda juntou a conquista da Taça de Portugal. No final dessa temporada, e como era seu desejo, rumou a Inglaterra onde ingressou no Blackburn Rovers F.C. tendo conquistado pela segunda vez a Taça Intertoto. Em 2009/10 mudou-se para o West Ham United F.C.
No inicio da temporada de 2011/12, regressou à África do Sul e ingressou no Orlando Pirates F.C. clube que representou também em 2012/13 e onde venceu a Supertaça Sul-Africana, a Taça de África do Sul e o campeonato Sul-Africano.
Em Junho de 2013 anunciou o final da sua carreira de futebolista.
A temporada de 2015/16 foi a sua época de estreia como treinador ao comandar os juniores escoceses do Hibernian F.C., na temporada seguinte foi um dos adjuntos nos belgas do Sint-Truiden e em 2017/18 regressa à África do Sul para orientar a equipa principal do Cape Town City F.C. 
Benni representou ainda a Selecção da África do Sul por diversas vezes e marcou presença nos Mundiais de França 1998 e da Coreia/Japão 2002.
No dia 25 de Julho de 2014 voltou ao Estádio do Dragão e a vestir a camisola do Futebol Clube do Porto para o jogo de despedida e homenagem a Deco, tendo mesmo apontado um golo.

Palmarés
1 Taça Intercontinental
1 Liga dos Campeões
2 Taças Intertoto
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Campeonato da Holanda
1 Campeonato África do Sul
2 Taças da Holanda
1 Taça de Portugal
1 Taça de África do Sul
2 Supertaças Cândido de Oliveira
1 Supertaça de África do Sul

3 comentários:

dragao vila pouca disse...

O Benny foi um jogador muito importante nas épocas de Mourinho.
Mas depois já não queria muito com isto e todos os fins de época era um problema, com o empresário sempre a mandar recados. Pena, pois o sul-africano ainda tinha muito para dar ao F.C.Porto e com ele, podiamos, principalmente, na C.League, ir mais longe.
Um abraço

Pâm SãoPauliNa-RP disse...

Saudações, adorei o seu blog...
gosto do time do Porto, ainda mais que meu idolo (Luis Fabiano) jogou por ai não é mesmo, claro não teve uma boa atuação mas jogou......

Gostei muitoo!
Beijoss
=D

Paulo disse...

apenas uma correcção. O Benni ainda foi campeão com o Co Adriaanse em 2005/2006, e jogou numa posiçao mais recuada, fazendo uma especie de pivot ofensivo.