29 de janeiro de 2018

Romeu

Romeu Fernando Fernandes Silva nasceu no dia 4 de Março de 1954 em Vila Praia de Âncora.
Ainda criança viu-se obrigado a partir para Moçambique já que os seus pais emigraram para esse país africano e foi na antiga colónia portuguesa que Romeu começou a praticar futebol. Iniciou-se no 1º de Maio de Lourenço Marques e mais tarde no Sporting da Beira onde venceu o Campeonato Provincial de Juniores. Em 1972 regressou a Portugal e por influência de dois primos, ambos futebolistas do V. Guimarães, aceitou prestar provas no clube vimaranense e acabou por ser aceite, fazendo parte da equipa de juniores da temporada de 1972/73. Ainda nessa época estreou-se como sénior no Vitória tendo sido utilizado por 8 vezes. Jogou mais duas temporadas no V. Guimarães até se transferir para o S.L. Benfica em 1975/76 onde jogou duas épocas e onde se sagrou Campeão Nacional nessas mesmas duas temporadas. Em 1977/79 voltou ao V. Guimarães onde permaneceu até ao final da época seguinte.
No início da temporada de 1979/80 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 25 de Agosto de 1979 no Estádio 1º de Maio em Braga, onde os portistas foram vencer o S.C. Braga por 2-0, num jogo a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1979/80.
Romeu jogou de Dragão ao peito durante quatro épocas. Conquistou a Supertaça Cândido de Oliveira em 1981 (a primeira da história dos portistas) e a Taça Associação de Futebol do Porto de 1980/81. Também esteve presente em alguns jogos que ficaram na história do F.C. Porto, como aconteceu no dia 3 de Outubro de 1979 quando os portistas foram a Itália defrontar o A.C. Milan para a 2ª mão da 1ª eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus e venceram por 1-0, o que marcou a primeira vitória dos Dragões como equipa visitante na prova máxima da UEFA.
No final da temporada de 1982/83 Romeu deixou o F.C. Porto depois de ter disputado 97 partidas oficiais e marcado 10 golos.
Em 1983/84 ingressou no Sporting C.P. onde jogou durante três épocas. Em 1986/87 representou o S.C. Salgueiros e em 1987/88 jogou no Amora F.C. onde terminou a sua carreira no final dessa temporada.
Romeu representou a Selecção Nacional por 11 vezes.
Em 1991/92 enveredou pela carreira de treinador ao ser adjunto no Sporting C.P., passou depois pelo V. Guimarães e C.F. Belenenses também como adjunto. Como técnico principal passou pelo S.C. União Torreense, Lusitânia de Lourosa F.C., C.D. Olivais e Moscavide e ainda treinou em Angola o Inter Clube de Luanda, chegou ainda a desempenhar a função de observador no S.L. Benfica entre 1999 e 2001.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Supertaça Cândido de Oliveira
1 Taça Associação de Futebol do Porto

22 de janeiro de 2018

Ricardo Costa

Ricardo Miguel Moreira da Costa nasceu no dia 16 de Maio de 1981 em Vila Nova de Gaia.
Foi no já extinto C.F. Valadares que começou a jogar futebol quando contava 10 anos de idade, logo no ano seguinte passou a representar o Boavista F.C. onde percorreu todos os escalões de formação.
No início da temporada de 1999/00 foi contratado pelo Futebol Clube do Porto.
Com idade ainda de júnior integrou a equipa B dos portistas onde actuou duas épocas e foi na temporada de 2001/02 que integrou o plantel principal dos azuis e brancos.
A sua estreia com a camisola dos Dragões, na equipa principal, aconteceu no dia 20 de Janeiro de 2002 no Estádio do Bessa onde os portistas defrontaram o Boavista F.C. num jogo que valeu para a 19ª jornada do Campeonato Nacional de 2001/02 e que os axadrezados venceram por 2-0.
Ricardo Costa representou o F.C. Porto durante seis temporadas ao mais alto nível. Conquistou 13 Títulos, com o maior destaque a ser as vitórias internacionais: Taça Intercontinental (2004/05), Liga dos Campeões (2003/04) e Taça UEFA (2002/03). Sagrou-se Campeão Nacional por 4 vezes (2002/03, 2003/04, 2005/06 e 2006/07), venceu a Taça de Portugal por 2 vezes (2002/03 e 2005/06) e ganhou 4 Supertaças Cândido de Oliveira (2001/02, 2003/04, 2004/05 e 2006/07).
Ao serviço dos Dragões, Ricardo Costa, disputou 110 jogos oficiais e marcou 5 golos.
Em 2007/08 transferiu-se para os alemães do V.F.L. Wolfsburgo, onde jogou durante duas épocas e meia, tendo-se sagrado Campeão da Alemanha em 2008/09. A meio da época de 2009/10 rumou a França para representar o Lille Olympique S.C., mas no início da temporada de 2010/11 passou a vestir a camisola do Valencia C.F. durante quatro temporadas. Em 2014 viajou para o Catar onde foi jogar no Al-Sailiya S.C., mas ainda nesse ano voltou à Europa para defender as cores dos gregos do P.A.O.K. de Salónica. A meio da época de 2015/16 regressou a Espanha para alinhar no Granada C.F.. Na temporada seguinte esteve na Suíça a jogar no F.C. Luzern. No início da época de 2017/18 voltou a Portugal para ingressar no C.D. Tondela.
Ricardo Costa é internacional por Portugal e já vestiu a camisola das Quinas por 22 vezes, tendo marcado 1 golo. Esteve presente nos Jogos Olímpicos de 2004, Nos Campeonatos do Mundo de 2006, 2010 e 2014 e ainda no Campeonato da Europa de 2012.

Palmarés
1 Taça Intercontinental
1 Liga dos Campeões
1 Taça UEFA
4 Campeonatos Nacionais 1ª Divisão (Portugal)
1 Campeonato da Alemanha
2 Taças de Portugal
4 Supertaças Cândido de Oliveira

15 de janeiro de 2018

Júlio Ribeiro Campos

Júlio Ribeiro Campos foi o 24º Presidente do Futebol Clube do Porto.
Em Maio de 1948, logo após a fantástica vitória do F.C. Porto sobre o Arsenal F.C. por 3-2, Júlio Ribeiro Campos sucedeu a Cesário Bonito na presidência dos Dragões, no entanto deixou o cargo ainda no decorrer do ano de 1948.
Voltou a ocupar a cadeira presidencial em Março de 1950, desta vez para suceder a Miguel Augusto Gonçalves Pereira, tendo estado à frente do clube até 1951.
Foi durante o seu último mandato que o F.C. Porto contratou o futebolista Hernâni, que viria a ser um dos grandes nomes do clube. Ainda nesse período, enquanto presidente dos portistas, viu arrancarem as obras para a construção do Estádio das Antas.

8 de janeiro de 2018

Humberto Bragança

Humberto Bragança de Sousa, futebolista que jogava a médio, passou pelo Futebol Clube do Porto durante a década de vinte do século passado.
Chegou aos Dragões na época de 1924/25.
Estreou-se na equipa portista no dia 28 de Dezembro de 1924 no Campo da Constituição, onde o F.C. Porto recebeu e venceu o Boavista F.C. por 6-3, numa partida a contar para a 3ª jornada do Campeonato do Porto.
Humberto Bragança esteve duas temporadas ao serviço dos azuis e brancos, tendo participado em 8 partidas oficiais.
Conquistou por duas vezes o Campeonato do Porto e ainda ajudou a vencer o Campeonato de Portugal de 1924/25, tendo sido titular na equipa que disputou a final no Campo de Monserrate em Viana do Castelo, onde os portistas venceram o Sporting C.P. por 2-1.
No final da época de 1925/26 deixou o F.C. Porto.

Palmarés
1 Campeonato de Portugal
2 Campeonatos do Porto