13 de Abril de 2008

Paulo Futre

Paulo Jorge dos Santos Futre nasceu no dia 26 de Fevereiro de 1966 no Montijo.
Foi na sua terra que começou a dar nas vistas quando jogava futebol de cinco na equipa do Cancela do Montijo.
Aos 15 anos entrou para a formação do Sporting C.P. e na época de 1983/84 estreou-se na equipa principal do clube leonino onde desde cedo demonstrou ter grande importância para a equipa. Tendo consciência que já era um jogador importante para a equipa, Paulo Futre propôs a renovação do contrato com uma melhoria de ordenado. Os dirigentes sportinguistas não aceitaram, e apareceu o Futebol Clube do Porto interessado em o levar para as Antas onde assinou um contrato condizente com as suas reais qualidades por 3 épocas.
No clube azul e branco sagrou-se Bi-Campeão nos dois primeiros anos tendo também conquistado uma Supertaça e foi um dos jogadores de todo o plantel portista que mais contribuiu com preciosas assistências para o goleador Fernando Gomes vencer a Bota de Ouro.
Apesar de na temporada de 1986/87 o Futebol Clube do Porto não ter vencido o campeonato, essa foi a época em que Futre mais brilhou. Com exibições de grande nível no campeonato nacional, foi no entanto a nível internacional que viria a brilhar com mais intensidade. Pela primeira vez na sua história o Futebol Clube do Porto disputava uma final dos Clubes Campeões Europeus e igualmente Futre estreava-se numa final europeia. Nesse jogo contra os alemães do Bayern de Munique, Paulo Futre deixou bem vincado todo o seu encanto perante o olhar de toda a Europa do futebol.
No final dessa brilhante época deixou as Antas e rumou ao Atlético de Madrid, uma transferência que valeu aos Dragões 630 mil contos.
Em Espanha Futre continuou a espalhar a sua arte pelos relvados e venceu duas Taças do Rei.
A meio da temporada de 1991/92 ingressou no S.L. Benfica, com a RTP a adiantar o dinheiro para a contratação, onde venceu uma Taça de Portugal. No final do ano deixou o clube da luz onde se despediu com a seguinte frase: “O ambiente no balneário era mau, como eu compreendo Pacheco e Paulo Sousa! Aquele Benfica é... nada!”
Na época seguinte foi para França jogar no O. Marselha mas não chegou a estar uma temporada inteira no clube francês já que com a época a decorrer rumou a Itália para assinar pela A.C. Reggiana. Mas na estreia com a camisola do clube italiano o azar bateu-lhe à porta e sofreu uma grave lesão. Recuperou e mudou-se para o A.C. Milan em 1995/96, e na temporada seguinte nova mudança de clube e de país para jogar em Inglaterra no West Ham. Mas já estava numa fase de declínio tendo mesmo anunciado o final da sua carreira. Mas pouco depois regressou ao futebol e a jogar no Atlético de Madrid, mas só o fez durante uma temporada, porque viajou para o outro lado do mundo para jogar no Yokohama F.M. do Japão.
Depois dessa experiência abandonou em definitivo a carreira de futebolista quando corria o ano de 1998.

Palmarés
1 Taça dos Campeões Europeus
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
1 Taça de Portugal
2 Supertaça Cândido de Oliveira
2 Taças de Espanha
1 Campeonato de Itália

7 comentários:

dragao vila pouca disse...

Grande, mas grande mesmo, jogador, que estava destinado a passar ao lado de uma grande carreira( ainda podia ser melhor se tivesse um pouco de calma e o dinheiro não falasse mais alto)se não tem vindo para o F.C.Porto
Abraço

PACHARAN BLANQUIAZUL disse...

QUE PEDAZO DE JUGADOR,SALUDOS
http://pacharanblanquiazul.blogspot.com/

Rei dos Cromos disse...

Visitem e ajudem o blog: http://cromosdofcp.blogspot.com/

John disse...

Boa sorte ao FC Porto na final. Vamos esperar a completar a dupla. Lucho ficará como um dos maiores clubes nunca jogador com certeza.

http://mundoalbiceleste.blogspot.com/2008/04/lucho-takes-porto-into-taa-de-portugal.html

Anónimo disse...

Caro Amigo:
Uma correcção se não se importa -
Futre ganhou apenas uma e não duas Supertaças Cândido de Oliveira.
>A que ganhou: 1983-84 (jogo final disputado a 30/5/1985);
>A que não ganhou: 1985-86 (jogo final disputado em 26/11/1987). Nesta última data já Futre estava em Espanha.
Já agora: por favor corrija um lapso/erro do texto da biografia de Futre - onde se lê "condizem-te" deve ler-se CONDIZENTE.
Obrigado. Um abraço.
Fernando Moreira - Vila Real

Paulo Moreira disse...

Caro Fernando Moreira. Obrigado pela correcção e pelo alerta do erro.

Abraço

Anónimo disse...

Caro Amigo (meu homónimo Moreira):
Peço imensa desculpa mas agradeço que não considere a minha correcção ao n.º de Supertaças ganhas pelo Futre.
Eu explico: o site "zerozero.pt" indica a data de 26-11-2007. Esta informação está errada pois descobri que Futre marcou 2 golos nessa 2.ª mão disputada, de facto, a 26-11-2006.
Pelo que FUTRE ganhou, de verdade, 2 Supertaças. O palmarés no seu blogue estava certo.
Eis dados sobre as 2 SuperTaças ganhas por Futre ao serviço do nosso querido FCP.

Supertaça (83-84) 3.ª
Final.... 1.ª mão (17-3-1985): Benfica 1 – FC Porto 0 (Manniche 55')
........... 2.ª mão (17-4-1985): FC Porto 1 – Benfica 0 (Vermelhinho 87')
Finalíssima...... 1.ª mão (15-5-1985): FC Porto 3 – Benfica 0 (Vermelhinho 5', F.Gomes 37' e 88')
....................... 2.ª mão (30-5-1985): Benfica 0 – FC Porto 1 (Futre 30')

Supertaça (85-86) (4.ª)
Final.... 1.ª mão (19-11-1986): FC Porto 1 – Benfica 1 (F. Gomes 32'; Rui Pedro 2')
........... 2.ª mão (26-11-1986): Benfica 2 – FC Porto 4 (Diamantino 67', Dito 88'; Madjer 36', Futre 57' e 70'; F.Gomes 81')

Peço imensa desculpa pelo lapso.

Um abraço.
Fernando Moreira

PS: Gosto muito de consultar o seu blogue. Estou a comparar os seus com os meus dados. O amigo aceita que lhe envie as biografias (e fotos) de outras glórias do FC Porto? Se o desejar envie-me o seu email para fmoreiramm@gmail.com