27 de julho de 2008

Virgílio

Virgílio Marques Mendes nasceu no dia 17 de Novembro de 1927 em Praia do Ribatejo no concelho de Vila Nova da Barquinha.
Começou por jogar futebol no Grupo Desportivo dos Ferroviários do Entroncamento. Ao futebol juntava o trabalho nas oficinas da CP.
Certo dia partiu em direcção a Lisboa para efectuar testes de futebol no S.L. Benfica. Esteve por lá durante três semanas mas não conseguiu convencer os responsáveis do clube lisboeta e assim regressou ao Entroncamento e ao trabalho de serralheiro na CP.
Um dia recebeu a visita de um tal Soares dos Reis, (antigo guarda-redes do Futebol Clube do Porto), que o queria levar para a cidade Invicta. Virgílio aceitou o convite e foi treinar no Campo da Constituição sob o olhar atento de Szabo. Já não voltou ao Entroncamento e muito menos às oficinas da CP.
A sua estreia com a camisola do F.C. Porto aconteceu no dia 30 de Novembro de 1947 no Campo Mascarenhas onde os Dragões, como equipa visitante, venceram o Boavista F.C. por 3-0, num jogo a contar para a 2ª jornada do Campeonato Nacional da época de 1947/48.
Em 1951 o R.C. Celta de Vigo ofereceu-lhe 500 mil pesetas e um ordenado mensal de 15 mil pesetas, recusou a oferta e continuou a vestir a camisola do F.C. Porto. Disse depois que trocar de clube por causa de dinheiro era viver como um mercenário.
Na época de 1955/56, sob o comando do treinador brasileiro Yustrich, Virgílio sagrou-se Campeão Nacional depois de os portistas estarem sem perder 24 dos 26 jogos do campeonato. Também ajudou o F.C. Porto a conquistar a primeira Taça de Portugal da história do clube ao vencer na final o S.C. União Torreense por 2-0.
Na época de 1956/57, Virgílio foi um dos jogadores titulares na equipa portista que se estreou nas competições europeias ao defrontar o Athletic Club Bilbao na 1ª eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus.
Em 1957/58, voltou a levantar a Taça de Portugal depois da vitória sobre o S.L. Benfica na final por 1-0.
Na temporada seguinte, 1958/59 e já com Bella Gutman como treinador, Virgílio volta a conquistar o Campeonato Nacional.
Venceu ainda a Taça Associação de Futebol do Porto por sete vezes.
Ao serviço dos Dragões disputou 436 jogos oficiais, apontou 9 golos e conquistou 11 Títulos.
Foi Internacional por 39 vezes. No jogo de estreia com a camisola da Selecção de Portugal contra a Itália e apesar da derrota por 4-1, Virgílio foi o melhor jogador português em campo e anulou o famoso jogador Carapelese. Desde esse dia que Virgílio ficou conhecido como o “Leão de Génova”, cidade onde se tinha realizado o jogo.
Faleceu no dia 24 de Abril de 2009. Encontra-se sepultado no cemitério nº1 da Póvoa de Varzim.

Palmarés
2 Campeonatos Nacionais da 1ª Divisão (Portugal)
2 Taças de Portugal
7 Taças Associação de Futebol do Porto

6 comentários:

dragao vila pouca disse...

Nunca o vi jogar,mas diz quem o viu, que era um grande defesa.Raça, carácter, técnica e fidelidade absoluta ao F.C.Porto.O Celta de Vigo ofereceu-lhe 500 mil pesetas de luvas e 15 mil de ordenado mensal em 1951. Era uma fortuna, mas Virgilio preferiu ficar no F.C.Porto.
Quando olhamos para estes exemplos, comparados com alguns mercenários de agora...
Um abraço

Anónimo disse...

Podem conhecê-lo no «Lar Jovem» do FC Porto sito em Silva Tapada (Rua Costa Cabral).

É dos últimos (mitos) das miticas equipas de... Iustrich:

Restam Acúrcio (a viver em Cascais), Barbosa (a residir em Ramalde), Carlos Duarte (reformado da «Barbosa e Almeida», Vidreiros) e Zé Maria (a residir em VN Gaia).

Constantino disse...

EU SOU BENFIQUISTA e BARREIRENSE,e venho aqui dar as minhas condolências,a sua familia e prestar-lhe a minha homenagem,ao grande HOMEM e JOGADOR,meu conterraneo VIRGILIO MARQUES MENDES,da nossa cidade fenomenal ENTRONCAMENTO,e meu camarada das OFICINAS DA C.P.que os incompetentes da altura do BENFICA,recusaram nem sabem o que perderam.25 DE ABRIL SEMPRE.BARREIRENSE SEMPRE.

BARRAGON-BARREIRO disse...

O VIRGILIO MARQUES MENDES,NASCEU NA PRAIA DO RIBATEJO,CONCELHO DE VILA NOVA DA BARQUINHA,EM 17 DE NOVEMBRO DE 1927,E NÃO NO ENTRONCAMENTO,SENDO EU SEU CONTERRANEO,PORQUE NASCI EM 02 DE JANEIRO DE 1954,NA PRAIA DO RIBATEJO.
FOI VIVER PARA O ENTRONCAMENTO, E TRABALHAR PARA AS OFICINAS DA C.P.,COMO SERRALHEIRO,JOGANDO AO MESMO TEMPO NO GRUPO DESPORTIVO DOS FERROVIARIOS DO ENTRONCAMENTO.
JOGOU AI ATE 1946,INDO DE SEGUIDA PARA O F.C.PORTO,ONDE JOGOU DE 1946 ATE 1962,PORQUE OS DIRECTORES INCOMPETENTES DO BENFICA E DO SPORTING,NA ALTURA NÃO O QUISERAM.
APROVEITOU O FCPORTO,E MUITO BEM TORNANDO-SE UM DOS MELHORES DEFESAS
NACIONAIS E INTERNACIONAIS DA ALTURA.
FICOU CONHECIDO COMO O LEÃO DE GÊNOVA,DEVIDO A SUA RAÇA,FORÇA E QUERER,QUE PUNHA EM CADA JOGADA.
ERA RIJO E DURO,MAS NUNCA MALDOSO.
QUEM ME FORNECEU A INFORMAÇÃO DA NATURALIDADE,FOI O JORNALISTA ANTERO FERNANDES,COM 87 ANOS,NATURAL DA MOITA DO NORTE,CONCELHO DE VILA NOVA DA BARQUINHA,COM 60 ANOS DE JORNALISMO,DO NOTICIAS DO ENTRONCAMENTO,QUE O ENTREVISTOU PARA O JORNAL DA BOLA,CUJA ENTREVISTA FOI PUBLICADA EM 25 DE ABRIL DE 2009.
BARREIRENSE SEMPRE.

Anónimo disse...

Exposição de espólio na galeria municipal do Entroncamento; Descerrar de placa toponímica na Rua Virgílio Mendes; Debates Sobre o passado e perspectivas de futuro do GDFE, no salão da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Entroncamento; e, jantar convívio em restaurante local- Dia 30 de maio de 2015 a partir das 11.30h - ENTRONCAMENTO DIA 30 DE MAIO DE 2015

Nuno Abrunhosa disse...

Exposição de espólio na galeria municipal do Entroncamento; Descerrar de placa toponímica na Rua Virgílio Mendes; Debates Sobre o passado e perspectivas de futuro do GDFE, no salão da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Entroncamento; e, jantar convívio em restaurante local- Dia 30 de maio de 2015 a partir das 11.30h - ENTRONCAMENTO DIA 30 DE MAIO DE 2015