26 de novembro de 2012

Demol

Stéphane August Demol nasceu no dia 11 de março de 1966 em Watermael-Boitsford; Bélgica.
Depois de fazer a toda formação futebolística no R.S.C. Anderlecht, Demol estreou-se na equipa principal do clube da cidade de Bruxelas na temporada de 1984/85. Representou a formação belga durante quatro temporadas onde conquistou por três vezes o campeonato da Bélgica, também por igual numero a Supertaça belga e por uma vez venceu a Taça da Bélgica.
Em 1988/89 rumou a Itália para representar no Bologna F.C. tendo disputado 22 partidas oficiais e apontou 2 golos.
Na temporada de 1989/90 ingressou no Futebol Clube do Porto.
A sua estreia com a camisola dos Dragões aconteceu no dia 19 de Agosto de 1989 no Estádio das Antas quando os portistas receberam e venceram o C.D. Nacional da Madeira por 2-0, numa partida a contar para a 1ª jornada do Campeonato Nacional de 1989/90.
Nas Antas esteve apenas uma época, mas foi um dos principais jogadores utilizados pelo técnico Artur Jorge no sector defensivo dos Dragões, tendo conquistado o Campeonato Nacional e para o qual contribuiu com 11 golos apontados, tendo mesmo sido o terceiro melhor marcador da equipa no campeonato.
Na temporada seguinte vestiu a camisola do Toulouse F.C. de França, para a meio da época de 1991/92 regressar à Bélgica para jogar pelo Royal Standard de Liège, clube pelo qual venceu de novo a Taça da Bélgica de 1992/93.
Em 1993/94 mudou-se para o Cercle Brugge K.S. mas a meio dessa mesma época voltou a Portugal para vestir a camisola do S.C. Braga. Na temporada seguinte o seu destino foram os gregos do Panionios G.S. Depois os suíços do F.C. Lugano. Nas épocas de 1996/97 e 1997/98 voltou a França para jogar pelo S.C. Toulon. Em 1998/99 regressou de novo ao seu país para defender as cores do F.C.V. Dender. Na temporada seguinte mudou-se para o S.K. Halle, clube onde colocou um ponto final na carreira futebolística.
Representou também a Seleção da Bélgica por 38 vezes e marcou presença no Campeonato do Mundo de 1986 no México.
Em 2006/07 ingressou na equipa técnica da selecção belga como treinador-adjunto. Em 2008/09 estreou-se como treinador principal ao assumir o comando técnico dos cipriotas do Ethnikos A.S. Achnas, passou ainda pelo Aris Limassol F.C. na temporada de 2009/10 e na época seguinte orientou os gregos do P.A.S. Giannina, em 2011/12 regressou à Bélgica para treinar o F.C. Brussels e em 2013 rumou à Tailandia para comandar o BEC Tero Sasana F.C.

Palmarés
3 Campeonatos da Bélgica
1 Campeonato Nacional 1ª Divisão (Portugal)
3 Supertaças da Bélgica
2 Taça da Bélgica

4 comentários:

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

@ Paulo

grata recordação.
um dos jogadores que passaram pelo nosso FC Porto "quase incógnito" e que se pode afirmar que «deixou saudades».

abr@ço
Miguel | Tomo II

Armando Pinto disse...

Futebolista que granjeou a simpatia da massa adepta do F. C. Porto. Recordo-me especialmente dum jogo contra os mouros vermelhos, por ter marcado o único e, como tal, golo da vitória do F. C. Porto de penalti, no F. C. Porto, 1 - Benfica, 0... em 1989!

Armando Pinto disse...

Li na internet (fb) que faleceu agora no Brasil o nosso antigo avançado Azumir, vencedor em 1961 da Bola de Prata, ao qual, há tempos, dediquei um artigo no anterior blogue "Lôngara" - conf.

http://longara.blogspot.pt/2012/04/azumir-proposito-do-f-c-porto-beira-mar.html

dragao vila pouca disse...

Não era um grande defesa, até era duro de rins, mas tinha carisma, experiência, numa época de transição e marcava muito bem penaltis. Não falhou nenhum e marcou, salvo erro, 10... Por questões pessoais só esteve cá um ano, mais tarde lamentou o facto, mas ficou sempre com uma boa imagem do F.C.Porto.

Abraço