3 de junho de 2013

Akos Teszler

Akos Teszler nasceu na Hungria e foi o segundo treinador a vencer o Campeonato de Portugal com o Futebol Clube do Porto.
Chegou a Portugal no ano de 1922, pela mão do presidente portista Domingos Almeida Soares, para substituir e então treinador francês Adolphe Cassaigne.
Foi o primeiro treinador remunerado do F.C. Porto e de imediato revolucionou todo o mecanismo da equipa portista, fazendo dos Dragões um mágico paradigma do «futebol-espectáculo».
Depois de ter levado o F.C. Porto à final do Campeonato de Portugal na temporada de 1923/24, onde perdeu para o S.C. Olhanense por 4-2, Teszler trouxe para o clube o seu compatriota Mihaly Siska, guarda-redes que viria a ser um dos símbolos dos Dragões.
Em 1924/25, Akos Tszler levou os portistas a nova final do Campeonato de Portugal, mas desta vez o desfecho foi bem diferente do que tinha acontecido na temporada anterior já que o F.C. Porto venceu o Sporting C.P. por 2-1 em Viana do Castelo.
Esteve 5 épocas no comando técnico dos Dragões e para além de ter conquistado o Campeonato de Portugal, venceu por 5 vezes o Campeonato do Porto.
Em 1926, quando se suspeitava que recebia mil escudos por mês, foi-lhe negado em Assembleia-geral um aumento de salário, isto quando os treinadores das equipas da capital já ganhavam o dobro, partiu para os Estados Unidos onde viveu toda a sua vida.

Palmarés
1 Campeonato de Portugal
5 Campeonatos do Porto

fonte: A Bola

1 comentário:

Armando Pinto disse...

Este é mesmo um nome histórico do F C Porto, como 1º treinador a sério, por assim dizer, já oficializado e naturalmente remunerado. Apesar do nome difícil de pronunciar, é um nome Portista merecedor de fixação.
Abraço.